• Selecione a sua página

Notícias

ALTRAN NO 27º DIGITAL BUSINESS CONGRESS

27º Congresso da APDC reuniu os maiores players de tecnologia e comunicação digital em Portugal

A 27.ª edição do Digital Business Congress, iniciativa da APDC (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações), que teve lugar no Centro Cultural de Belém, contou com a presença da Altran, empresa líder em Engenharia e Serviços de Investigação e Desenvolvimento. O debate reuniu os principais protagonitas e players do sector das TIC e Media, entre os quais esteve presente a CEO do grupo Altran em Portugal, Célia Reis, convidada a participar nos painéis sobre “Competências Digitais” e o “Estado da Nação das TI”, bem como Bruno Casadinho, COO da Altran Portugal, responsável pela moderação do painel sobre “General Data Protection Regulation (GDPR). 

 

Com esta iniciativa, a APDC pretendeu dar a conhecer as tendências e as realizações mais marcantes neste processo de transformação da economia e da sociedade para a era digital. A sessão de abertura, no dia 27 de setembro, contou com as presenças da ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, e do presidente da APDC, Rogério Carapuça. A manhã do primeiro dia foi marcada pelo debate sobre economia digital em Portugal, com a apresentação de casos de transformação e competências digitais, e no último dia foram abordados temas como a regulação, a transformação digital e a digitalização nas organizações.

 

COMPETENCIAS DIGITAIS

Portugal foi colocado, pelo Digital Economy & Society Index 2016 (DESI), acima da média europeia na competitividade digital, mas ainda é necessário uma forte aposta na literacia digital da população.

 

Para Célia Reis, CEO da Altran Portugal, “O futuro é agora. O Governo, Universidades e o tecido empresarial português têm que ter um papel ativo na formação e desenvolvimento das competências digitais dos jovens licenciados ou que estão no desemprego. O problema das competências tem que ser analisado de uma perpectiva global, na sua totalidade”.

 

A Altran, focada no futuro, tem sido uma das empresas pioneiras nesta temática tendo o objetivo de garantir a inclusão digital e estimular a empregabilidade na área das TIC, oferencendo as melhores soluções de TI aos seus clientes e parceiros.

 

Já existem bons exemplos de cooperação entre as áreas académicas e empresariais, sendo a Academia de Cógido um a registar, mas podemos sempre fazer mais, através de uma verdadeira integração das empresas nas Universidades e assim conseguirmos influenciar os jovens numa fase final da sua formação, preparando-os para o futuro promissor. Temos que criar e desenvolver profissionais com capacidade de resiliência e aprendizagem contínua”, continuou a líder da multinacional em Portugal.

 

GENERAL DATA PROTECTION REGULATION (GDPR)

A digitalização, a rápida evolução tecnológica, a globalização e as ameaças ao mundo online levantam crescentes interrogações sobre a proteção dos dados pessoais.

 

No painel moderado por Bruno Casadinho, COO da Altran Portugal, foram abordadas as novas regras presentes no Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), aprovado recentemente em Bruxelas,  e os desafios complexos e as novas obrigações que serão necessárias para cumprir e garantir a proteção eficaz das pessoas singulares.” Até maio de 2018, momento em que serão aplicadas as novas regras, as empresas terão que avançar com múltiplas alterações relativas ao tratamento da informação de colaboradores, clientes e fornecedores, até porque as multas previstas em caso de incumprimento serão penosas.

 

 

ESTADO DA NAÇÃO DAS TI

Cloud computing, Internet of Things, realidade aumentada e virtual, 3D, inteligência artificial...a lista das megatendências tecnológicas não pára de crescer e já estão a redefinir o mundo.

 

Neste painel, que reuniu os maiores especialistas em TI,  foi possível perceber que a Revolução Digital irá acontecer muito mais depressa do que esperado. “A transformação digital que estamos a viver dá-nos a oportunidade de melhorar a posição competitiva dos nossos clientes e parceiros. É por isso que assumimos o compromisso de oferecer as melhores soluções de IT no mercado português e desenvolvemos Centros de Excelência que garantam a constante inovação da nossa tecnologia.

 

A Altran tem estado na vanguarda na conexão e inteligência dos sistemas e, atualmente, a palavra Big Data já é considerada pouco expressiva para a quantidade de dados que já estão a ser tratados. A Realidade Aumentada é uma nova forma de interagir com o mundo industrial e estamos focados em otimizar e integrar esta característica nas nossas soluções”, concluiu Célia Reis, CEO da Altran Portugal.